O que é TI?

A TI, ou Tecnologia da Informação, possui um conceito muito amplo, pois engloba toda e qualquer tarefa computacional que visa obtenção, processamento, transmissão e acesso a informações. Na verdade, devido a sua extensa aplicabilidade em diversas áreas, possui tantas explicações e conceitos que, muitas vezes, nenhuma acaba por definí-la por completo.

Com as inovações e o crescimento contínuo das tecnologias, a informação passou a ser algo essencial na vida da população, tornando-se um patrimônio, um diferencial entre as pessoas. Esta, portanto, deve ser usada de forma apropriada, a fim de agregar valor e dar sentido às suas atividades, fazendo dela uma ferramenta de conhecimento. Além disso, este desenvolvimento facilitou e intensificou a comunicação pessoal e institucional, através de programas de processamento de texto, de formação de bancos de dados, bem como de tecnologias que permitem a transmissão de documentos e envio de mensagens e arquivos. A disseminação das novas tecnologias de informação trouxe também barreiras e problemas no que tange, principalmente, à privacidade dos indivíduos e ao seu direito à informação, pois os cidadãos geralmente não têm acesso a grande quantidade de informação sobre eles, coletadas por instituições particulares ou públicas.

A TI, usada como ferramenta de negócios, é de suma importância em diversas áreas de atuação, sendo de grande valia na tomada de decisão dos gestores, por exemplo. As organizações, hoje em dia, encontraram na tecnologia da informação uma forma de se atualizarem, interagirem a agregarem valor aos seus produtos e serviços, buscando, sempre, um diferencial perante a concorrência e o seu mercado de atuação.


O PROFISSIONAL DE TI

As empresas, ao pé que a tecnologia se encontra atualmente, necessitam, cada vez mais, da implantação de tecnologias de informações em suas áreas e setores. E esta implantação, portanto, demanda profissionais especializados nesta área para a execução e manutenção das atividades referentes a esta ferramenta.

Por causa de sua amplitude, a área é dividida em várias especializações, tal como acontece com a medicina, por exemplo. Sendo assim, pode-se encontrar profissionais de TI para cada um dos seguintes segmentos: banco de dados, desenvolvimento, infraestrutura, redes, segurança, gestão de recursos, entre outros. Estes profissional são basicamente responsáveis pela manutenção, criação e implantação de novos métodos de TI, além de controlar o uso dos modelos existentes.

No que refere-se a formação destes profissionais, via de regra, profissionais interessados em atuar nesta área, fazem cursos como ciência da computação, engenharia da computação e sistemas de informação, mas há outros, com enfoque mais técnico, como tecnologia em redes de computadores e tecnologia em banco de dados, além de cerificações e cursos de pós-graduação para profissionais já formados.

Estas são atividades que um profissional de TI geralmente deve exercer em suas tarefas cotidianas:
  • Garantir o funcionamento dos sistemas de informática, como instrumento de apoio à execução das atividades da Fundação;
  • Gerenciar a manutenção e segurança das informações, dos servidores e dos equipamentos da rede;
  • Realizar a atualização da home page, de softwares, e assessorar no processo de aquisição dos equipamentos de informática;
  • Estudar sempre as melhores práticas de TI, de fato ? o bom gerente deve aprender e entender tudo relativo a sua rotina de trabalho;
  • Desenvolver softwares que sejam identificados como necessários para a Fundação, após aprovação da Diretoria Executiva;
  • Subsidiar a aquisição, locação, contratação, instalação e a manutenção dos recursos de informática;
  • Submeter à Diretoria Executiva o desenvolvimento de sistemas e o seu desempenho, revendo necessidades adicionais e identificando possíveis impactos, bem como apresentar sugestões para correção ou ampliação das informações;
  • Controlar e avaliar os equipamentos e o desempenho da equipe, nos diversos níveis, por sistema, programa, turno de operação e tipo de equipamento;
  • Dar consultoria e treinamento aos usuários sobre problemas de natureza técnica.

Contudo, o uso de TIs não é sinônimo de modernidade, e sim de necessidades dos novos tempos, afinal, a informação sempre existiu, mas não de maneira tão volumosa e aproveitável. Além disso, pesquisas revelam que este mercado de atuação está crescendo velozmente, então, caso você se interesse e se identifique com esta área de atuação, vale a pena investir nela!
Share on Google Plus

About VALDERI FERREIRA