Como é feita a cerveja?


Sabia que a cerveja surgiu a mais de oito mil anos?

A cerveja era considerada uma bebida tão importante na antiguidade, que aproximadamente em 1760 a.C. leis foram criadas para regulamentar a sua produção, consumo e conduta do consumidor, onde, por exemplo, seria condenado a morte quem não seguisse as regras de produção.

Estima-se que mais de 150 bilhões de litros de cerveja são produzidos anualmente por todo o mundo, e é exatamente nesta área que surgem as maiores curiosidades sobre o assunto, mudanças quase que insignificantes em sua produção, podem mudar quase que totalmente o gosto da cerveja.

A fabrica da Budweiser é uma das maiores produtoras de cerveja do mundo

OS 4 INGREDIENTES MÁGICOS

Por incrível que pareça, os ingredientes de uma cerveja são exatamente os mesmos se você for fabricá-la dentro de sua casa ou em uma grande cervejaria que produza milhões de litros por mês. Para uma bebida ser considerada cerveja, é necessário que essa tenha quatro ingredientes, cevada (ou uma outra fonte de amido fermentável como trigo ou arroz), água, lúpulo e levedura, onde cada um desses é parte principal de determinado processo.

Obtendo o malte
A primeira etapa da produção da cerveja é a chamada maltagem, que dura cerca de oito dias, onde a cevada é misturada a água, o que faz com que os grãos comecem a germinar, amolecendo-o e dando o sabor maltado à substancia. Após a germinação, inicia-se o processo de secagem, quanto mais desidratada for, mais escura e mais forte será a cerveja, a partir deste processo obtemos o malte.

O mosto
O malte é triturado ou moído para produzir pó que será novamente misturado com água e depois aquecido. As enzimas do malte quebram os amidos presentes na mistura, produzindo açucares fermentáveis, o resultado é um liquido chamado mosto que é cozinhado por 5 horas.

Adicionando o lúpulo
A nova mistura é depositada em um recipiente chamado de cuba filtrante, onde o mosto é separado dos grãos restantes, depois o mosto é fervido com o lúpulo, que contém ácidos para adicionar o amargor e alguns óleos para dar o gosto característico de cada cerveja, mas outra característica importante dele é a inibição de bactérias que podem estragar a bebida.

Moldando a cerveja com a levedura
Depois que a fervura é concluída e o líquido se resfria, é hora de adicionar o principal componente da cerveja, a levedura, que é responsável pela fermentação, deixando o sabor da cerveja mais equilibrado, eliminando os açucares restantes e os transformando em dióxido de carbono e álcool, ou seja, é nesse momento que o teor alcoólico da cerveja é determinado, esse processo pode levar cerca de cinco dias.

Nesse processo de fermentação que as diferenças no gosto da cerveja é obtido, e esses gostos podem ser divididos em duas principais categorias, as Ales e as Lagers. As Ales são as cervejas que tem um sabor mais encorpado, forte, onde são encontradas as cervejas pretas. Já as Lagers são as cervejas mais comuns aqui no Brasil, como a pilsen por exemplo, elas são mais claras, leves e apresentam maior teor alcoólico na maioria das vezes.

Ales ou Lagers?
Nas Lagers a temperatura padrão é mantida para que a levedura se deposite no fundo do tanque ao final do processo de fermentação, é exatamente por isso que elas são muito mais claras que as Ales, que usam uma levedura um pouco diferente, essa faz com que a levedura restante fique na superfície do tanque, em sua fermentação uma temperatura cerca de 10°C mais alta é mantida, o que gera um gosto completamente diferente das Lagers.

Depois da fermentação inicia-se o processo de desmaturação, onde a cerveja é resfriada a 0°C e permanece em repouso por mais ou menos 21 dias, onde a variação de tempo ainda pode mudar o gosto e o aroma final da cerveja, que passa por sua ultima filtragem para garantir que não tenha restado nenhuma impureza misturada e finalmente é liberada para o engarrafamento, rotulação e venda.


E A CERVEJA SEM ÁLCOOL?

A cerveja sem álcool passa pelos mesmo processos que as cervejas normais, porém no momento de sua fermentação onde o álcool começa a ser liberado dos açucares, o processo é finalizado.

É importante ter em mente que cerveja sem álcool não é totalmente livre da substancia como algumas cervejarias falam, se você toma-la em grandes quantidades e for parado em uma blitz com bafômetro, não será difícil seu destino se tornar na delegacia mais próxima.

Nenhum comentário